Confira Projeto do Setor Juventude para o Biênio 2010-2011

Confira Projeto do Setor Juventude para o Biênio 2010-2011

terça-feira, 28 de setembro de 2010

DIA NACIONAL DA JUVENTUDE

DNJ 25 ANOS: CELEBRANDO A MEMÓRIA, TRANSFORMANDO A HISTÓRIA.
"JUVENTUDE: Muita reza, muita luta, muita festa, em marcha contra a violência"

DIA: 23 DE OUTUBRO DE 2010
LOCAL: Concentração e Missa Jovem na Paróquia Santo Antonio de ADAMANTINA
HORÁRIO: 18hs.

MARCHA CONTRA A VIOLÊNCIA pelas ruas da cidade até ao Poliesportivo.





video
 MÚSICA, DANÇA, TEATRO, MISSA JOVEM

Show inédito com BANDA DOMINUS

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

O que são as JMJ's (Jornada Mundial da Juventude)

“O principal objetivo das Jornadas é fazer a pessoa de Jesus o centro da fé e da vida de cada jovem para que Ele possa ser seu ponto de referência constante e também a inspiração para cada iniciativa e compromisso para a educação das novas gerações.” (Carta de João Paulo II ao Cardeal Eduardo Francisco Pironio na ocasião do Seminário sobre as Jornadas Mundiais da Juventude organizado em Czestochowa).

Foi assim que o Papa João Paulo II, o grande idealizador das Jornadas Mundiais da Juventude, explicou o porquê desses encontros mundiais. Um tempo para reavivar nos jovens a sua caridade e celebrar a fé na união da diversidade de povos, línguas e nações. As Jornadas são como fontes para reabastecer a fé de cada jovem na Igreja e da Igreja nos jovens.

Elas não concorrem com as pastorais da juventude, os movimentos ou grupos jovens, mas são um tempo especial para uma vivência cada vez mais profunda na intimidade com Cristo e no amor pela humanidade. Como o Santo Padre disse na mesma carta: “Uma Jornada da Juventude oferece ao jovem uma experiência viva de fé e comunhão, que o ajudará a enfrentar as questões profundas da vida e a assumir com responsabilidade o seu lugar na sociedade e na comunidade eclesial.” João Paulo II


Perguntas e Respostas sobre a Jornada Mundial da Juventude


1 - O que é a Jornada Mundial da Juventude (JMJ)?
A Jornada Mundial da Juventude é a semana de eventos da Igreja Católica para os jovens e com os jovens. Ela reúne milhares de jovens do mundo todo para celebrar e aprender sobre a fé católica e para construir pontes de amizade e esperança entre continentes, povos e culturas.

Inspirado por grandes encontros de jovens do mundo em eventos especiais ocorridos no Domingo de Ramos em Roma em 1983 e 1984, o Papa João Paulo II estabeleceu a Jornada Mundial da Juventude como um evento anual e um meio para alcançar a nova geração de católicos e propagar os ensinamentos da Igreja.

A Jornada Mundial da Juventude é uma festa da alegria. O entusiasmo e o caráter juvenil se manifestam na JMJ por meio da dança, da música e das diversas manifestações artísticas pelas ruas e nos lugares dos encontros, sejam espontâneas ou organizadas: é uma festa da coexistência pacífica de muitas nações. A JMJ é uma festa da união acima das barreiras do idioma e da cultura, e, por isso, uma expressão da certeza de que Deus trará para a humanidade uma nova época, da justiça e da paz.


2 - Quando elas ocorrem?
São celebradas anualmente. Em intervalos de 2 ou 3 anos, uma cidade é escolhida para celebrar a grande Jornada, na qual participam centenas de milhares de pessoas do mundo inteiro. Nos anos intermediários, as JMJs são vividas localmente, no Domingo de Ramos, por algumas dioceses ao redor do mundo. Para cada Jornada, o Santo Padre sugere um tema.


3 - O que acontece nas JMJs?
Durante as JMJs acontecem eventos como catequeses, adorações, missas, momentos de oração, palestras, partilhas e shows. Tudo isso em diversas línguas. Mas todas as atividades com o mesmo objetivo: a busca de Deus.

Em sua última edição, na Austrália, reuniu cerca de 500 mil jovens. Apesar de ser proposta pela Igreja Católica, é um convite a todos os jovens do mundo. Para João Paulo II, a esperança de um mundo melhor está numa juventude sadia, com valores, responsável e, acima de tudo, voltada para Deus e para o próximo.


4 - Quando e onde ocorrerá a Jornada Mundial da Juventude?
A Jornada Mundial da Juventude será sediada em Madri, Espanha, em agosto de 2011.


5 - Como as Jornadas Mundiais da Juventude começaram?
Elas foram iniciadas pelo Papa João Paulo II. As JMJs foram sediadas todos os anos desde 1986 quando o aconteceu o primeiro evento oficial em Roma. Sidney irá sediar a X JMJ Internacional e a XXIII JMJ Geral.


6 - Onde a Jornada Mundial da Juventude foi sediada anteriormente?
A Jornada Mundial da Juventude foi sediada em Roma - Itália (1986), Buenos Aires - Argentina (1987), Santiago de Compostela - Espanha (1989), Czestochowa - Polônia (1991), Denver - Estados Unidos (1993), Manila - Filipinas (1995), Paris - França (1997), Roma - Itália (2000, Jubileu), Toronto - Canadá (2002), Colônia - Alemanha (2005) e Sidney - Austrália (2008).

Fonte: http://www.jmjbrasil.com.br/jmj/

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Começa o III Congresso Latino-Americano de Jovens

          Começou hoje na cidade de Los Teques na Venezuela o III Congresso Latino-Americano de Jovens, promovido pelo Conselho Espiscopal Latino Americano, em parceria com a Conferência dos Bispos da Venezuela e as Pastorais Juvenis de toda a América Latina e Caribe.
          O encontro que tem como tema a vida dos jovens na perspectiva do discipulado e da missão conta com a presença de cerca de 700 delegados e delegadas além das equipes de trabalho e se insere no processo de revitalização da pastoral juvenil latino-americana.

Durante a tarde os jovens presentes confraternizaram-se no pátio do Liceu San Jose, local em que se concentrarão as atividades do encontro, e, em seguida, caminharam pelo centro da cidade até a Catedral onde foi realizada a missa de abertura com várias apresentações culturais dos países e presença de pessoas da comunidade .


 
A delegação brasileira é composta de 60 pessoas e conta com a presença dos bispos Dom Anuar Battisti, bispo do Regional Sul II; Dom Carlos Altieri, bispo do regional Sul I e Dom Eduardo Pinheiro, bispo referencial do Setor Juventude da CNBB.

Amanhã, após a oração, haverá a abertura oficial do III Congresso, com o pronunciamento do Mons. Mariano Parra, representante da Sessão Juventude do CELAM, seguida das reflexões sobre a situação da juventude latino-americana e caribenha.


Durante todo o dia a animação do encontro será promovida pelos países que integram o cone-sul: Brasil, Chile, Argentina, Uruguai e Paraguai. Segundo Alex Piero, delegado representante da Rede Brasileira de Centros e Institutos de Juventude: “O início do III Congresso faz perceber que Jesus caminha conosco na alegria que transborda de nossos povos, para que vida seja mais vida."



  





 

Felipe Freitas e Roberta Agustinho